Crise Urus, Cullinan e Corvette C8 tem fila de espera no Brasil

Crise Urus, Cullinan e Corvette C8 tem fila de espera no Brasil

Crise? Urus, Cullinan e Corvette C8 tem fila de espera no Brasil

Crise Urus, Cullinan e Corvette C8 tem fila de espera no Brasil

Mesmo antes do lançamento, superesportivo da GM já tem 10 compradores no país

Quem aí tem cerca de R$ 2,4 milhões para comprar um SUV? Esse valor é um “pouco acima” do comum para grande parte dos brasileiros.

Se por um lado a economia não deslancha como se espera, o mercado de luxo, especialmente de automóveis, está distante de uma crise.

Carros como o Lamborghini Urus que custa cerca de R$ 2,4 milhões tem fila de espera de alguns meses sendo que a entrega dos veículos ainda este ano deverá dobrar o número de vendas da marca italiana até o final de 2019 no Brasil.

Hoje o SUV esportivo é equipado com motor 4.0 de 650cv, que leva o carro de 0 a 100km/h em apenas 3,6 segundos.

Quer outro exemplo? O Rolls Royce Cullinan, considerado o SUV mais luxuoso do mundo já tem toda produção comprometida até o final deste mês. Novas encomendas são possíveis mas o carro só começa a ser entregue em meados de 2020 caso algum brasileiro endinheirado o compre.

O motor é V12 biturbo de 571 cv e 86,7 mkgf para acelerar suas 2,6 toneladas distribuída em 5,34 metros. Uma unidade já foi vendida ao preço de R$ 4,4 milhões importada pela Via Itália.

Um pouco longe do luxo mas com ares de objeto de desejo o novíssimo Chevrolet Corvette C8 com motor traseiro central, apresentado semana passada no Estados Unidos, já tem 10 “reservas” para o Brasil. Esse termo quer dizer que o comprador manifestou interesse e tão logo a produção seja iniciada, o cliente terá preferência na pré-venda e na entrega.

“O preço da versão de entrada ficará em cerca de R$ 595 mil no Brasil e no dia do lançamento já fui procurado por clientes interessados em fazer a reserva e faremos a importação independente”,
disse Daniel Valerio, diretor da Direct Imports, importadora de São Paulo.

Nem todos os modelos de luxo contam com prazo de entrega futuro caso alguém deseje fazer esta compra não programada.

No caso da McLaren, que conta com um showroom na capital paulista, há um modelo conversível já disponível. “720S Spider tem para pronta entrega, mas normalmente o cliente desse tipo de carro prefere configurá-lo - daí a maior parte deles vir sob encomenda”, explica a assessoria de imprensa da marca.

O 720S Spider tem motor V8 biturbo de 4.0 litros de 720cv e custa R$ 3,4 milhões. No caso do 600LT, que custa R$ 3,2 milhões, quatro unidades serão destinadas ao nosso mercado e uma está vendida. Pelo visto dá tempo de garantir o esportivo inglês e recebê-lo ainda este ano.

Fonte: noticias.r7.com

Elétrico Nissan Leaf é lançado no Brasil por R$ 195 mil

Elétrico Nissan Leaf é lançado no Brasil por R$ 195 mil

Elétrico Nissan Leaf é lançado no Brasil por R$ 195 mil

Elétrico Nissan Leaf é lançado no Brasil por R$ 195 mil

Por André Paixão, G1 — São Paulo

Valor é R$ 16,5 mil mais caro que o da pré-venda. Modelo foi apresentado no Salão do Automóvel de 2018 e teve 20 unidades vendidas até julho.

A Nissan lançou nesta quinta-feira (18) seu primeiro carro elétrico no país, o Leaf, por R$ 195 mil. O modelo foi apresentado no Salão do Automóvel, em novembro passado, e teve a pré-venda aberta na ocasião, por R$ 178,4 mil.

Com a alteração de valor, o modelo ficou 16,5 mil mais caro que o valor inicial. De acordo com a montadora, o preço maior se deve ao "wallbox", que é um carregador de parede para recarga rápida em rede doméstica, além da variação cambial.

As unidades de pré-venda também contavam com o acessório, porém, era um brinde dado pela montadora. "Foi uma forma de presentear quem acreditou no produto", disse Marco Silva, presidente da Nissan.

20 unidades vendidas

Agora, o carro finalmente chega às lojas e começa a ser entregue aos clientes que encomendaram o modelo. Até o meio de maio, 16 pessoas haviam adquirido um Leaf - o número aumentou para 20 desde então. O modelo vendido no Brasil é importado do Reino Unido.

Ele traz motor de 149 cavalos e 32,6 kgfm de torque. Segundo números de fábrica, acelera de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos. A autonomia, de acordo com o padrão europeu, é de 389 km, enquanto no ciclo americano é de 241 km.

A versão vendida no país traz com controle de velocidade adaptativo, frenagem automática de emergência, correção de saída de faixa e câmeras de 360 graus.

Sobre o "wallbox" incluso no pacote, a montadora envia técnico para a casa do comprador para verificar a possibilidade de instalação.

O Leaf chega com as cores branco, branco com teto preto, prata e preto. No total, 7 lojas disponibilizarão o carro: em São Paulo, Rio, Brasília, Curitiba, Porto Alegre e Florianópolis.

Elétricos são minoria

O Leaf é um dos 5 carros elétricos à venda no Brasil. Além dele, a Renault oferece desde fevereiro o Zoe. Jac iEV40 e Chevrolet Bolt estão em pré-venda, com entregas programadas para começarem em setembro e outubro, respectivamente. No segmento de luxo, a Jaguar tem o I-Pace.

Entre as motos, a Harley-Davidson planeja lançar no Brasil a LiveWire em 2020, que é sua primeira moto elétrica.

Apesar da "fartura" de modelos, o mais barato custa R$ 140 mil.

Fonte: g1.globo.com